No Eu Confesso para Adultos você desabafa em TOTAL ANONIMATO Atenção: Esta secção destina-se apenas a MAIORES DE 18 ANOS.

Convidamos uma visita ao - Perguntas e Respostas
Agora você já pode fazer o login com a sua conta DISQUS:


Ou seja, transa com qualquer mulher q p ele tá ótimo?

» Clique aqui para continuar a ler ou para responder
É só tirar as roupinhas bonitas que cai tudo. Os seios vão parar no joelho. Filme de terror.

» Clique aqui para continuar a ler ou para responder

Não sei se permito meu filho transar de novo comigo Feminino

Confissão ID: 246146 - Por favor LEIA PRIMEIRO o texto antes de votar. Obrigado.


quero anunciar neste espaço

Tenho 37 anos e um filho de 18, sou mãe solteira e moramos sós. Sempre dei muita atenção e carinho ao meu filho. E sempre tive muita intimidade com ele estava com 13 ou 14 ficava triste pq ele nao tinha afeto paternal ou uma presença masculina em casa .
Sabia que ele não era homossexual porque notava o interesse dele por mulheres, inclusive pelo meu corpo. Eu nunca tive vergonha dele, e andar nua, dormir juntos. Quando ele tinha uns 16 anos comecei a perceber que ele pegava minhas calcinhas para se masturbar, e isso de certo modo me agradou porque tive certeza de que ele era hétero, e também gostei de ser admirada e desejada.
Achava minhas calcinhas meladas de esperma, e muitas vezes quando eu ia procurar uma ou outra para lavar, as achava no quarto do meu filho.
Um dia, ao chegar em casa, ao abrir a porta do meu quarto flagrei ele se masturbando com calçinha. Eu levei um susto com a cena, e na hora eu gritei o nome dele.
Arrependi de ter feito aquilo porque acho que causei um trauma nele. Conversei com ele e meu filho me pediu desculpas e me contou que tinha lido um conto de incesto na internet, e a partir daí começou a se masturbar com minhas roupas íntimas. Expliquei a ele que na idade dele era normal ter alguns impulsos sexuais, ele admitiu que pegava as minhas calcinhas para fantasiar que estava transando comigo, que me achava muito bonita e que não conseguia parar de ter desejo por mim. Eu tratei o assunto com naturalidade e falei para ele ficar tranquilo com aquilo. Disse que isso ia ser nosso segredo, mas q era pecado e que nunca iria acontecer.
Com o tempo ele passou a se masturbar sem se importar com minha presença. E eu gostava de ver o pinto dele duro. O problema é que meu filho passou a ficar mais assanhado comigo, eu gostava, mas não sabia lidar direito com a situação. Num final de semana, arrumando as coisas aqui em casa, eu passei um pouco da conta (bebendo vinho) e acabei ficando muito embriagada, quase que com coma alcoólico. Meu filho me levou para o quarto, me deitou na cama, levantou minha roupa, tirou minha calcinha e me penetrou. Eu não tinha muita consciência do que estava acontecendo, minha cabeça rodava e eu não sabia se estava delirando. Quando acordei notei esperma em minha vagina, e percebi que tudo tinha sido real. Fui perguntando com descrição ao meu filho o que tinha acontecido, e ele acabou me revelando que tinha se aproveitado de mim. Eu gostei. Mas achava que tinha que cumprir meu papel como mãe. Por outro lado, o fato do meu filho ter mantido relações com uma mulher (mesmo sendo eu) me agradou mais ainda. Eu não sei o que fazer com essa questão ele tem me assediado o tempo todo dizendo que quer transar comigo.
Eu já o masturbei mas me arrependo de ter feito isso.
Mas ai mesmo tempo morro de desejo de ter a virilidade dele, pênis enorme, cheio de energia e eu não sei se devo ceder.

Obrigado por ter lido o desabafo de Vilma.
Duas sugestões: Primeiro comente este desabafo em baixo e depois TOQUE AQUI e venha conhecer novas pessoas no chat amigosK.com
Visto recentemente no Chat:

Texto desabafado por Vilma , em Quarta, 10 de Junho de 2020
  • Você já leu todo o texto? Por favor vote este desabafo, clicando nas estrelas. Vilma agradece.
[ Tags ] leia mais sobre: incesto    
Atualmente é quase humanamente impossível ler todas as novas confissões que são publicadas diariamente. Se você considera que esta confissão é ilegal, não está de acordo com as regras (*) do Eu Confesso [* regras listadas na página de publicação de confissões] ou ultrapassa todos os limites do razoável, por favor relate, utilizando o link REPORTAR ABUSO. Obrigado pela sua colaboração.

Comentários ao Desabafo de Vilma

Por favor seja construtivo nos seus comentários.



Você já conhece a nova plataforma de Perguntas e Respostas?
Venha colaborar também no Eu Pergunto:

0
0
0
0