No Eu Confesso você desabafa em TOTAL ANONIMATO O que espera? Desabafe! Clique no botão à direita.

(A lista não inclui usuários em conversa privada) , são alguns usuários que estão no Bate-papo / CHAT. O que você está à espera? Junte-se a eles e divirta-se um pouco!! (att: para maiores de 18 anos apenas)

Minha mãe me faz mal Feminino

Confissão ID: 216333 - Por favor LEIA PRIMEIRO o texto antes de votar. Obrigado.

Partilhar: Facebook Twitter Linkedin

A gente guarda, guarda, guarda. Suporta, suporta, suporta. Até que chega um momento em que estamos tão esgotados, que não temos mais forças. Tenho problemas com minha mãe desde que me lembro. Uma mulher difícil, grossa, agressiva e amargurada. Por ser de natureza sensível, sou muito atingida. Suas críticas e rejeições ao longo da vida, fizeram de mim uma pessoa insegura. Me sinto inferior aos outros, nunca suficiente. Sofro de ansiedade social e depressão crônica. Ela não é capaz de me abraçar, ou tratar com carinho. Nossa ligação emocional é zero. Suas palavras cruéis proferidas ao longo dos anos me destruíram por dentro. Ela já me disse que é infeliz por ter uma filha como eu. O casamento dos meus pais é péssimo, e sei que só estão casados até hoje porque meu pai é uma pessoa muito boa. Nunca ouvi meu pai xingar um levantar a voz. Minha mãe, em compensação, culpa meu pai por todas as frustrações dela, xinga, trata mal, despreza. Tenho muita dó do meu pai, e choro muito por isso. Ele está envelhecendo, e com vários problemas de saúde, e ela não está nem aí. Meu pai também só trabalha, quase não aparece em casa, creio que para evitar estar perto dela. Por conta disso, estou sempre sozinha com ela. Já fiz de tudo pra ela ser feliz, já tentei ser exatamente o que ela queria. Sempre fui muito estudiosa, me formei em universidade pública, sempre dei pouquíssimo trabalho. Nunca fui de ir em festas, nunca bebi. Mas ela fala que sou ruim, que sempre fui rebelde, como se eu fosse a pior filha do mundo. Ela critica tudo o que eu faço e que eu sou. Não existe diálogo com ela, tudo o que vc responde ela recebe como rebeldia e começa a gritar e falar um monte, ameaçando bater.
Não suporto mais tanta culpa, insegurança, e dor. Cheguei num ponto em que não estou mais conseguindo lidar com meus problemas, com a pessoa quebrada que me tornei. Queria muito ser mais forte, pra não ter sido afetada dessa forma. Pensamentos suicidas me tem cercado a mente. Não estou mais conseguindo viver. Minha vida é muito sofrimento, é uma dor constante que corrói por dentro. Se sentir sozinha no meio disso tudo, é o pior. Sou cristã, e ando pedindo pra Deus me levar. Meu sonho era casar e ser mãe. Mas como ser esposa e mãe tendo tantos problemas? Não quero submeter outras pessoas ao sofrimento que minha mãe submeteu a mim e minha família. Uma mulher como minha mãe, não deveria ter casado.

Texto desabafado por Elisabeth , em Quinta, 14 de Março de 2019
ÁUDIO: OUVIR O TEXTO - clique em OUVIR O TEXTO e aguarde um pouco - Pausar - Retomar - Parar
Quanto maior o texto, mais tempo demora a começar a leitura. Por favor aguarde.
  • Você já leu todo o texto? Por favor vote este desabafo, clicando nas estrelas. Elisabeth agradece.
Atualmente é quase humanamente impossível ler todas as novas confissões que são publicadas diariamente. Se você considera que esta confissão é ilegal, não está de acordo com as regras (*) do Eu Confesso [* regras listadas na página de publicação de confissões] ou ultrapassa todos os limites do razoável, por favor relate, utilizando o link REPORTAR ABUSO. Obrigado pela sua colaboração.
[ Tags ] leia mais sobre: mãe     narcisista     Depressão     OPRESSÃO    

Comentários ao Desabafo de Elisabeth

Por favor seja construtivo nos seus comentários.

0
0
0
0


r