No Eu Confesso você desabafa em TOTAL ANONIMATO O que espera? Desabafe! Clique no botão à direita.

(A lista não inclui usuários em conversa privada) , são alguns usuários que estão no Bate-papo / CHAT. O que você está à espera? Junte-se a eles e divirta-se um pouco!! (att: para maiores de 18 anos apenas)

Estuprada Feminino

Confissão ID: 209792 - Por favor LEIA PRIMEIRO o texto antes de votar. Obrigado.

Partilhar: Facebook Twitter Linkedin

Eu sempre achei q quando uma mulher era estuprada deveria correr e denunciar, sem medo.
Isso até sofrer um estupro, tudo q eu senti no momento foi confusão, medo, poxa pq meu proprio namorado faria isso e outra se ele é meu namorado,foi estupro?
Ignorei, pedi pra parar e tentei seguir a vida, mas isso me seguia me fazendo sentir suja e errada, nojenta e culpada, afinal ele me amava, só queria fazer amor comigo e eu é que nao estava la pra ele.
Terminei depois do segundo acontecimento somado com surras, me senti horrivel e pela primeira vez chamei ele de estuprador, ele disse q a palavra era forte e que nunca tinha feito isso pq me amava muito e eu era sua namorada. Depois chorou, se arrependeu, pediu perdão, disse que se eu o amava nao podia deixar ele na merda de vida q ele tinha, que nao podia abandonar ele pq asim eu seria uma pessoa ruim. uma péssima namorada. Como eu o amava aceitei e pensei que com o meu amor eu poderia mudar ele e ajudar, afinal aquilo nem era ele.
Voltei, apanhei, fui estuprada (e isso é só 1% das coisas que sofri) e me vi entrando em uma depressão novamente, sem forças pra termnar e mandar ele embora, sem forças para lutar pela minha vida, sem forças pra ir contra ele. Continuava me sentindo culpada, nojenta, puta.
Peguei TODAS minhas forças reunidas e mandei ele embora, totalmente certa d que queria, não ouvia mais os apelos dele sobre amor e sobre o que ele sentia, não sentia mais o mesmo amor por ele e mesmo assim doeu, doeu mandar ele embora pra sempre e tirar tudo em relaçao a ele da minha vida, afinal foram quase 3 anos de historia. Terminei e dessa vez estava certa que nunca ia voltar atras, nunca tinha me sentido tão humilhada, rebaixada e abusada, e foi assim que eu me libertei.
HAHAHA
Que mentira, me liberdei de uma gaiola e cai em uma ratoeira, me sentia mais presa, mais inferior, mais abusada, mais suja, me sentia pior e foi nesse momento que cometi um erro, FALAR.
Nesse momento sim eu senti na pele o pq de muitas mulheres ficarem quietas, a dor de ver as pessoas não acreditando em voce, duvidando da sua palavra, protegendo ele ou colocando MAS para falar sobre tudo que ele fez, tentando dizer que oq ele fez foi apenas um erro e como o conheciam sabiam q ele nao era assim, ver ele solto sem sofrer nem sequer uma represalha, enquanto eu mulher me desmanchava por dentro e sentia cada vez mais nojo de mim mesma e mais medo e mais dor e mais culpa e mais vontade de morrer. Pelo menos assim acabaria com tudo, nao?
Eu tive medo de denunciar, medo do que minha familia falaria, meus amigos, os moradores da minha pequena cidade, medo de ouvir perguntas sobre o pq nao ter denunciado antes, o pq de eu ter continuado com ele, ouvir que eu era mentirosa, que tinha provocado, que estava dando uma de es louca, que estava mentindo, que era uma vadia. Medo de sofrer o que toda mulher estuprada sofre, medo dos julamentos que as pessoas sempre fazem sem pensar no outro.
Eu tive medo e me vi tentando apagar todo e qualquer resquicio dele para poder seguir minha vida, para poder sentir menos dor, tentando desesperadamente voltar a viver...
E é nesse enlace que me encontro agora, tentando voltar a sentir, fingindo estar feliz e normal para todos, fingindo ser forte, mesmo destruida por dentro.

Texto desabafado por Mais uma mulher , em Terça, 11 de Dezembro de 2018
ÁUDIO: OUVIR O TEXTO - clique em OUVIR O TEXTO e aguarde um pouco - Pausar - Retomar - Parar
Quanto maior o texto, mais tempo demora a começar a leitura. Por favor aguarde.
  • Você já leu todo o texto? Por favor vote este desabafo, clicando nas estrelas. Mais uma mulher agradece.
Atualmente é quase humanamente impossível ler todas as novas confissões que são publicadas diariamente. Se você considera que esta confissão é ilegal, não está de acordo com as regras (*) do Eu Confesso [* regras listadas na página de publicação de confissões] ou ultrapassa todos os limites do razoável, por favor relate, utilizando o link REPORTAR ABUSO. Obrigado pela sua colaboração.
[ Tags ] leia mais sobre: estupro     agressão     abuso     violencia     machismo    

Comentários ao Desabafo de Mais uma mulher

Por favor seja construtivo nos seus comentários.

0
0
0
0


r