No Eu Confesso para Adultos você desabafa em TOTAL ANONIMATO Atenção: Esta secção destina-se apenas a MAIORES DE 18 ANOS.

Convidamos uma visita ao - Perguntas e Respostas
Agora você já pode fazer o login com a sua conta DISQUS:


ola Boa noite tive um relacionamento de 2 anos na qual eu trai meu namorado e me arrependo muito de tudo  isso mas ele está muito magoado com tudo q aconteceu,  esta me tratando muito mal e eu quero muito reconquistar ele oque vocês poderia me ajudar? 

» Clique aqui para continuar a ler ou para responder
Correções: A situação do Novel Coronavírus vem mudando muito. Tenho examinado vários materiais internacionais, uma vez que a Mídia daqui é de péssima qualidade e muito dada a desinformar, e botar mais importância em futilidades, notícias torpes de subcelebridades, etc. Sendo que este evento atual é sem precedentes, e apresenta um grande perigo para todos […]

» Clique aqui para continuar a ler ou para responder

Síndrome de Munchauser Feminino

Confissão ID: 73528 - Por favor LEIA PRIMEIRO o texto antes de votar. Obrigado.

Eu confesso que tenho a Síndrome de Munchauser. Após analisar a minha vida descobri que minha mãe e avó também apresentavam sintomas dessa síndrome. Desde pequena eu comecei a perceber os "benefícios" de ficar doente. Eu conseguia carinho e atenção que normalmente não recebia, por ser filha caçula e rejeitada. Assim, ficando doente tinha a atenção da minha família, era polpada dos trabalhos de casa e não precisa ir na escola. Aos poucos essa síndrome foi se agravando. Na adolescência fui forçada a trabalhar muito cedo (12 anos) e para não ir trabalhar, fingia que estava doente. Com os sintomas agravando eu não parava em escolas e nem em trabalhos. Comecei a comer compulsivamente e a inventar outros tipos de mentiras. Comecei também a cometer pequenos furtos no trabalho, como forma de me "vingar" das empresas por me pagarem tão pouco. Na vida adulta a coisa piorou, eu fingia tanto que era asmática que me internei dezenas de vezes em diversos hospitais na cidade que morava, cheguei em 2005 a fingir que estava com dores abdominais intensas e fui operada de apendicite. Não parava em trabalho alguns e nem conseguia me manter em nenhum relacionamento por muito tempo. Era dificil manter relacionamentos e empregos mentindo e fingindo doenças. Mudei diversas vezes, morei em 4 estados e diversas cidades diferentes, nunca consegui terminar o nível superior e nem consegui me estabilizar financeiramente. Moro recentemente com uma pessoa que conheci e me coloquei na posição de vítima para ser acolhida. Mas na realidade no meu ultimo emprego eu mais faltava do que ia, dava até atestados falsos e já cheguei a ser mandada embora por justa causa 2x por conta disso. Nunca fui presa ou fizeram denuncias contra mim. Mas tenho muito medo. Gostaria de mudar, gostaria de identificar o porquê sinto essa vontade incontrolável de mentir, fingir, sentir necessidade de atenção e de ser aceita. Mas infelizmente não posso procurar ajuda. Vivo longe da minha família, pq tenho medo de ser internada e não tenho contato e nem deixo as pessoas que namorei ou que morei junto (4 ao todo) terem contato, pq tenho medo de descobrirem minhas mentiras e se afastarem de mim.
Não sei o que fazer e nem como ter um futuro assim. Tenho medo das empresas que trabalhei descobrirem todas as minhas mentiras e meu curriculo falso. Tenho medo mas não consigo parar. Sinto também muita raiva de tudo e vivo me metendo em brigas e sou um pouco agressiva.

Obrigado por ter lido o desabafo de Juliana Vianco.
Duas sugestões: Comente este desabafo em baixo e depois TOQUE AQUI, junte-se a e venha conhecer novas pessoas no chat amigosK.com

Texto desabafado por Juliana Vianco , em Segunda, 04 de Março de 2013
  • Você já leu todo o texto? Por favor vote este desabafo, clicando nas estrelas. Juliana Vianco agradece.
Atualmente é quase humanamente impossível ler todas as novas confissões que são publicadas diariamente. Se você considera que esta confissão é ilegal, não está de acordo com as regras (*) do Eu Confesso [* regras listadas na página de publicação de confissões] ou ultrapassa todos os limites do razoável, por favor relate, utilizando o link REPORTAR ABUSO. Obrigado pela sua colaboração.
[ Tags ] leia mais sobre: Munchauser     Síndrome de Munchauser    

Comentários ao Desabafo de Juliana Vianco

Por favor seja construtivo nos seus comentários.



Você já conhece a nova plataforma de Perguntas e Respostas?
Venha colaborar também no Eu Pergunto:

0
0
0
0