No Eu Confesso você desabafa em TOTAL ANONIMATO O que espera? Desabafe! Clique no botão à direita.

(A lista não inclui usuários em conversa privada) , são alguns usuários que estão no Bate-papo / CHAT. O que você está à espera? Junte-se a eles e divirta-se um pouco!! (att: para maiores de 18 anos apenas)

tristeza Feminino

Confissão ID: 71317 - Por favor LEIA PRIMEIRO o texto antes de votar. Obrigado.

Partilhar: Facebook Twitter Linkedin

Me sinto triste, perdida e sem eperança. Para diminuir os sintomas da depressao, como insonia, desanimo e falta de esperança, comecei a tomar dramim e ingerir bebida alcoolica, eu precisava me sentir bem pelo menos algumas horas. A sensação era maravilhosa, me sentia bem mesmo que fosse por pouco tempo. Era o meu intervalo, era a minha esperança de que tudo iria ficar bem. So que fui aumentando a dose chegando a tomar 10 comprimidos por dia. Quando tentei parar de tomar esse remedio me deu crise de panico, acho que era por causa da abstinencia. Comecei a fazer um tratamento, mas as pessoas me recriminavam e acabei parando, achando que estava melhor. Por um mes fiquei bem, sem os remedios. Mas logo tudo voltou e comecei novamento com o dramin e o alcool. Bebo todo dia e tomo sempre o dramin para dormir. Vivo tremendo, angustiada, minha memoria já era. Chego a conversar com as pessoas e esquecer o que eu estou falando. Sinto muita dor nas costas e tenho pensamentos de suicidio, que so não faço nada contra mim por ter duas filhas pequenas esei que não vai ter ninguem para cuidar delas com eu cuido, apesar que ultimamente não tenho sido uma boa mae. Amanha eu tenho medico consegui finalmente uma consulta pelo sus.Mas tenho medo de que ate ele não entenda o que eu sinto e não sei se ele vai poder me ajudar. So não aguento mais viver com tanto medo da vida. Estou muito cansada de luta contra tudo isso. Desde criança sinto isso, sempre fui sozinha nunca conseguia arrumar amigas passava o recreio trancada no banheiro. Rezo todo dia para que eu possa sair dessa, e ser feliz. Porque não sei mas ate quando vou aquentar tudo isso. Ninguem acredita em mim, acham que é frescura e que faço tempestade em copo d`agua. Quando estava tomando meu remedios , eles me achavam doida já que eu frenguentava um psiquiatra. Acho que foi por isso que parei de ir. Continuam me acha doida, mas ninguem faz nada para me ajudar por mais que eu peça e grite por socorro.e

Texto desabafado por adriana , em Domingo, 27 de Janeiro de 2013
ÁUDIO: OUVIR O TEXTO - clique em OUVIR O TEXTO e aguarde um pouco - Pausar - Retomar - Parar
Quanto maior o texto, mais tempo demora a começar a leitura. Por favor aguarde.
  • Você já leu todo o texto? Por favor vote este desabafo, clicando nas estrelas. adriana agradece.
Atualmente é quase humanamente impossível ler todas as novas confissões que são publicadas diariamente. Se você considera que esta confissão é ilegal, não está de acordo com as regras (*) do Eu Confesso [* regras listadas na página de publicação de confissões] ou ultrapassa todos os limites do razoável, por favor relate, utilizando o link REPORTAR ABUSO. Obrigado pela sua colaboração.
[ Tags ] leia mais sobre: sofrimento     dor     desespero     tristeza     desilusão    

Comentários ao Desabafo de adriana

Por favor seja construtivo nos seus comentários.

0
0
0
0


r