No Eu Confesso para Adultos você desabafa em TOTAL ANONIMATO Atenção: Esta secção destina-se apenas a MAIORES DE 18 ANOS.

(A lista não inclui usuários em conversa privada) , são alguns usuários que estão no Bate-papo / CHAT. O que você está à espera? Junte-se a eles e divirta-se um pouco!! (att: para maiores de 18 anos apenas)

NOVA PLATAFORMA - Perguntas e Respostas:

Todos nós temos objetivos e sonhos e as viagens costumam fazer parte deles. Viajar é a melhor forma de abrir seu horizonte e conhecer outras perspectivas
» Clique aqui para continuar a ler ou para responder
Respondam ai
» Clique aqui para continuar a ler ou para responder

Agora só penso nisso! Feminino

Confissão ID: 229866 - Por favor LEIA PRIMEIRO o texto antes de votar. Obrigado.

Meu nome é Valéria. Sou da zona sul de São Paulo. Tenho 41 anos e sou casada há 13 anos. Temos um casamento normal. Sou mãe de um menino de 5 anos. A vida sexual era bem empolgante até o nascimento do meu filho. Depois pelas responsabilidades maternas, tivemos um resfriamento. Mas transamos ainda periodicamente. Agora que meu filho já está engatando no colégio, decidi cuidar de mim. Comecei a fazer um MBA, faço aula de danças caribenhas e entre há quase um ano numa academia. Desde que entrei na academia, fiz algumas amizades, sendo a maioria com mulheres. Academia pra quem frequenta sabe que é um ambiente onde os hormônios estão o tempo todo no ar. A cada olhada para algum canto há algo que te faz lembra anatomia e por consequência em sexo. Nos primeiros seis meses eu achava as mulheres um tanto esquizofrênicas porque só falavam em sexo. Em como tal personal transa gostoso, ou em como tal cara tem pau avantajado. Viviam dizendo sobre as experiências delas com os rapazes sarados, dotados, atléticos etc. de como o desempenho deles na cama é fascinante. Uma delas disse que nunca havia tido gozadas tão forte como a transa com um personal. Detalhe para que a maioria é casada. Eu com o tempo deixei de julgar e comecei a entender que não é difícil você querer experimentar algo diferente, quem dera melhor. De poucos meses para cá eu não paro de pensar nisso. Tentei me deter, mas larguei mão. Até porque a sensação é uma delícia e tenho feito amor de modo mais prazeiroso com meu marido. Eu entro na academia e manjar as rolas é algo inevitável . Vejo os homens puxando ferro e imagino as mãos na minha cintura. Passei a pensar em como eu gostaria de sexo selvagem e com força. Causei uma situação para que eu mesmo me convencesse de que um personal seria um bom investimento . Fiz questão de escolher um de que todas falavam . Como já diziam que ele é todo saidinho, deixo ele me segurar e me pressionar como deseja, claro, sempre com discrição . Vou sem calcinha um dia da semana e peço para que ele me ajude no alongamento todas as aulas. Sentir a rola quente dele no meu corpo é o auge do dia. Enfim, só não digo que me entreguei por completo pois ainda não tive a coragem de transar mesma. O receio é não querer uma vez só.

Texto desabafado por Valéria P C , em Sábado, 05 de Outubro de 2019
  • Você já leu todo o texto? Por favor vote este desabafo, clicando nas estrelas. Valéria P C agradece.
Atualmente é quase humanamente impossível ler todas as novas confissões que são publicadas diariamente. Se você considera que esta confissão é ilegal, não está de acordo com as regras (*) do Eu Confesso [* regras listadas na página de publicação de confissões] ou ultrapassa todos os limites do razoável, por favor relate, utilizando o link REPORTAR ABUSO. Obrigado pela sua colaboração.
[ Tags ] leia mais sobre: sarado     dotado     amante    

Comentários ao Desabafo de Valéria P C

Por favor seja construtivo nos seus comentários.



Você já conhece a nova plataforma de Perguntas e Respostas?
Venha colaborar também no Eu Pergunto:

0
0
0
0