No Eu Confesso você desabafa em TOTAL ANONIMATO O que espera? Desabafe! Clique no botão à direita.

(A lista não inclui usuários em conversa privada) , são alguns usuários que estão no Bate-papo / CHAT. O que você está à espera? Junte-se a eles e divirta-se um pouco!! (att: para maiores de 18 anos apenas)

Isso é a vida? Gay Feminino

Confissão ID: 189610 - Por favor LEIA PRIMEIRO o texto antes de votar. Obrigado.

Partilhar: Facebook Twitter Linkedin

As vezes penso q já morri e estou no inferno pagando as contas, nao vejo graça em mais nada, não sou amiga e nem tenho amigos, não tenho um relacionamento sério e nem cômico, apenas tenho na minhas lembranças pessoas q passaram pela minha vida é só souberam me ferra, fazer fofocas com meu nome, fazer intriga, fazer de tudo para eu ser excluida do meio o qual eu pertencia, tentando fazer minha reputação ficar na Medina, TDS se viraram contra mim, por fim. Relacionamentos amorosos só os abusivos, foi os q tive, interesse , as oportunistas tentando tirar até oq eu não tinha, fiel e leal fui e mesmo assim levei tanta Gaia que o bairro era pouco, após o fim desse relacionamento, me aventurei com colegas de copo, surgiu mais decepção, aquela demonia da Tasmânia arrastou meu nome na lama, como eu bebia ,hj em dia percebo e entendo qnd dizem sobre o efeito do álcool pq só por deus, só com muita cachaça mesmo. mais em meio a tudo isso tiver o prazer de conhecer um anjo malvado, q por sua vez levaria meu coração, mais esse anjo nem se quer sabe de minha existência , sim algo platônico, decidi mudar de vida, larguei tudo, deixei td pra traz e vim me aventurar em outro continente , mais nada tem sido diferente, não consigo mais lidar no meio social, sempre acho que estou sendo julgada , criticada e coisas do gênero, só cultivo raiva em mim e decepção por ser qm sou hj. Medo de expressar oq acho, pois sei que se eu dizer um pouco do que penso serei crussificada e apredejada, então me calo é permanece no meu canto, sobrevivendo e vegetando como a estranha entre outras coisas que me rotulam, sendo desvalorizada a cada momento, sendo humilhada a td instante, queria só ter alguma atitude para q isso tive se um fim, eu simplesmente me congelo e não tenho atitude alguma, sobre esses causos do dia a dia. Um verdadeiro inferno as vezes sinto q vou enlouquecer. Hj está sendo um desses dias. Não sei mais lidar com o meio social, só gostaria de pode ficar de boas na minha, sem ter a necessidade de ficar forçando sorrisos e pronlogando assuntos sem nexos, ficar forçando situações. Éee por fim chegandoa conclusão de que a verdadeiro problema sou eu e mais ninguém, agr como fazer para resolver esse problema, para qm sabe ter apenas um momento de alegria verdadeira. Onde esta mais aquilo e como deixar de viver menos disso.

Texto desabafado por A espera de um milag , em Sábado, 10 de Fevereiro de 2018
ÁUDIO: OUVIR O TEXTO - clique em OUVIR O TEXTO e aguarde um pouco - Pausar - Retomar - Parar
Quanto maior o texto, mais tempo demora a começar a leitura. Por favor aguarde.
  • Você já leu todo o texto? Por favor vote este desabafo, clicando nas estrelas. A espera de um milag agradece.
Atualmente é quase humanamente impossível ler todas as novas confissões que são publicadas diariamente. Se você considera que esta confissão é ilegal, não está de acordo com as regras (*) do Eu Confesso [* regras listadas na página de publicação de confissões] ou ultrapassa todos os limites do razoável, por favor relate, utilizando o link REPORTAR ABUSO. Obrigado pela sua colaboração.
[ Tags ] leia mais sobre: inferno     Anti social      Pertubada     fim do tunel     sem esperanca    

Comentários ao Desabafo de A espera de um milag

Por favor seja construtivo nos seus comentários.

0
0
0
0


r