No Eu Confesso você desabafa em TOTAL ANONIMATO O que espera? Desabafe! Clique no botão à direita.

pub: Coloque a sua dúvida e surpreenda-se com a resposta. Clique para visitar o Eu Pergunto:

Respondida: Me fale o nome de um político honesto. Apenas um?

Respondida: Existe político honesto?

sou rejeitada Feminino

Confissão ID: 71870 - Por favor LEIA PRIMEIRO o texto antes de votar. Obrigado.

Partilhar: Facebook Twitter Linkedin

Eu tenho 20 anos e nos meus ultimos 3 ou 4 anos a minha vida está ficando cada vez mais dificil, eu não sei mais o que fazer ja pensei varias vezes em cometer suicidio pois não vejo solução p meus problemas... meu pai desde que lembro ja era uma pessoa muito doente e chegou a falecer quando eu tinha 13 anos, aos 17 começei fazer um curso tecnico de enfermagem, este sonho foi muito dificil p mim realizar pois minha mãe foi contra, não foi facil convencela de que aquela era minha paixão, minha mãe dizia que era profisão de gente que não presta, de quem não vale nada, de pessoas ruins, mas enfim eu desobedeci e segui com meu sonho e graças a Deus consegui me formar , hj sou técnica de enfermagem, cheguei a trabalhar em outra cidade num hospital mas não me acostumei por morar sozinha. Bem aos 17 anos começei um curso de bombeiros , consegui terminar hj sou socorrista com muito orgulho, amo o que faço amo minha profissão, mas cada dia que chego em casa escuto coisas horriveis a meu respeito pela minha mãe, ela não aceita a idéia de me ver em ocorrencias, de ser bombeira. Ja me chamou de tanta coisa que não mereço ouvir, e isso esta me matando, eu respeito muito minha mãe e nunca discuto cm ela, eu sei que não adianta ja tentei conversar mas ela tem uma cabeça muito fechada. quando ela ve minhas fotos em acidentes em vez de ficar orgulhosa pela filha que tem não, ela tem vergonha, diz que eu não presto, que eu só quero saber de "morto", ela defama a mim e meus colegas de trabalho, eu não aguento mais , essa é a vida que eu escolhi p mim essa é mminha profissão e ela não aceita, hj trabalho em uma empresa como operadora, produzindo alimentos, ou seja nem estou trabalhando na minha profissão, sou voluntaria e a cada fim de plantao chego em casa e sou condenada, rejeitada, pisoteada pela minha própia mãe!!! isso me dói muito a familia das vitimas me agradecem enquanto a minha mãe me insulta pelo que fiz :( eu não aguento mais isso estou cançada de tanta ofensa e não quero deixar de fazer o que amo, não vejo outra alternativa a não ser a morte.

Texto desabafado por bombeira , em Terça, 05 de Fevereiro de 2013
ÁUDIO: OUVIR O TEXTO - clique em OUVIR O TEXTO e aguarde um pouco - Pausar - Retomar - Parar
Quanto maior o texto, mais tempo demora a começar a leitura. Por favor aguarde.
  • Você já leu todo o texto? Por favor vote este desabafo, clicando nas estrelas. bombeira agradece.
Atualmente é quase humanamente impossível ler todas as novas confissões que são publicadas diariamente. Se você considera que esta confissão é ilegal, não está de acordo com as regras (*) do Eu Confesso [* regras listadas na página de publicação de confissões] ou ultrapassa todos os limites do razoável, por favor relate, utilizando o link REPORTAR ABUSO. Obrigado pela sua colaboração.
[ Tags ] leia mais sobre: desespero     tristeza     desabafo     angústia     rejeição    

Comentários ao Desabafo de bombeira

Por favor seja construtivo nos seus comentários.

0
0
0
0