No Eu Confesso você desabafa em TOTAL ANONIMATO O que espera? Desabafe! Clique no botão à direita.

pub: Coloque a sua dúvida e surpreenda-se com a resposta. Clique para visitar o Eu Pergunto:

O que você acha sobre o tarot?

O que fazer para acabar com os incêndios florestais em Portugal?

Meu namorado me bateu Feminino

Confissão ID: 157457 - Por favor LEIA PRIMEIRO o texto antes de votar. Obrigado.

Partilhar: Facebook Twitter Linkedin

Namoro a tres anos e meio, e meu namorado e eu as vezes temos umas discussões acaloradas, falando alto e mandando calar a boca e coisas assim, mas NUNCA, nunca houve agressão.
No sábado, pra resumir aqui, brigamos por causa do afilhado dele (12 anos), que eu já tinha dito que não gostava, pois ele era mal criado e falava palavrão. Fomos viajar sexta, e ele foi me buscar em casa e para minha surpresa, o afilhado dele estava no carro. Fechei a cara na hora, e ele já sabia o motivo, mas tbm não insistiu perguntando o porque eu estava calada.
Chegamos na sexta a noite e fomos dormir “ brigados”. No sábado, fizemos as pazes e fomos na padaria juntos, no caminho eu comecei a falar sobre o ocorrido no dia anterior e disse q não gostava “daquele muleque” e que ele sabia disso e fez as coisas nas minhas costas. Começamos a falar alto, e ele começou a dizer coisas q se eu não gostava dele era problema meu, me mandando tomar naquele lugar, e me fud*r, a cala a boca e eu escutando e tbm provocava dizendo q o garoto era sim um muleque, mal educado, e ele dirigindo e discussão aumentando. Cada um falando de um lado. Quando chegamos na garagem do prédio eu dei um grito e mandei ele calar a boca, ele na hora, me deu um tapa no rosto, por impulso eu bati no braço dele e ele torceu meu braço, dizendo que não conhecia ele que não era pra trata-lo daquela forma. Eu não estava acreditando. Ninguem nunca havia feito aquilo comigo, nem mesmo meu ex marido. E ele fez!
Fiquei em choque. Queria ir embora, mas não sabia o que dizer para meu cunhado, que estavamos na casa, o que tinha acontecido. Fiquei horas no quarto sem saber o que fazer. Tinha que disfarçar, pois não ia querer que as pessoas soubessem do barraco, era praia, verão, galera animada. Ficamos o dia sem nos falar, e ele me mandando whatsapp pedindo desculpa pois não tem coragem de falar pessoalmente. Domingo (ontem) voltamos a nos falar pra vir embora, ele me pegou no quarto ajoelhou e se desculpou. Ele não histórico de violência e nunca foi violento comigo. Não sei o que fazer. Eu consigo ver arrependimento nele, mas não consigo ficar uma hora sem pensar no ocorrido. Ele feriu a minha alma.

Texto desabafado por Capixaba30 , em Quarta, 11 de Janeiro de 2017
ÁUDIO: OUVIR O TEXTO - clique em OUVIR O TEXTO e aguarde um pouco - Pausar - Retomar - Parar
Quanto maior o texto, mais tempo demora a começar a leitura. Por favor aguarde.
  • Você já leu todo o texto? Por favor vote este desabafo, clicando nas estrelas. Capixaba30 agradece.
Atualmente é quase humanamente impossível ler todas as novas confissões que são publicadas diariamente. Se você considera que esta confissão é ilegal, não está de acordo com as regras (*) do Eu Confesso [* regras listadas na página de publicação de confissões] ou ultrapassa todos os limites do razoável, por favor relate, utilizando o link REPORTAR ABUSO. Obrigado pela sua colaboração.
[ Tags ] leia mais sobre: paixao     tapa     Agressividade     amor    

Comentários ao Desabafo de Capixaba30

Por favor seja construtivo nos seus comentários.

0
0
0
0