No Eu Confesso você desabafa em TOTAL ANONIMATO O que espera? Desabafe! Clique no botão à direita.

pub: Você gostaria de saber todos os dados técnicos sobre um site específico? Você tem curiosidade em saber qual o tráfego ou lucro de um site?

Agora é possível e sem custos. Clique aqui e indique o domínio ou endereço do site.

Anxietas Masculino

Confissão ID: 156278 - Por favor LEIA PRIMEIRO o texto antes de votar. Obrigado.

Partilhar: Facebook Twitter Linkedin

A ansiedade é um monstrinho que nasce lá no fundo de seu corpo, no começo os sinais que ele apresenta são inofensivos, somente te causam pequenas dores e irritações. Porém, quando você menos perceber, ele já terá consumido seu estômago por inteiro, causando-lhe náuseas, diarreias, dores gastrointestinais e possivelmente atacará o rim, causando falta de ar e palpitações. Impedindo que você tenha um cérebro que receba oxigênio suficiente para responder a tal reação que seu organismo está tendo. O problema é: Você não sabe. Eu estou procurando o porquê de estar me sentindo assim deste que comecei a sentir os pequenos sinais da ansiedade a 4 anos atrás. Hoje eu tive um ataque de pânico, gritei, soquei o sofá, mergulhei em lágrimas e quase arranquei minha pele. Só queria acabar com todo esse sofrimento e angustia que sinto pelo tempo.
Não sei se magoei um amigo, não sei se o deixei preocupado, não sei se ele caiu no sono, mas eu não deveria ter contado sobre a minha ansiedade e meu ataque de pânico para ele naquela hora da noite. Eu não deveria... E se eu não tivesse contado? Ele teve um dia incrível, fiquei tão feliz eu saber que ele se divertiu com a família dele em São Paulo, conseguiu até o seu querido material de artes. Saiu com a irmã mais velha e aproveitou as lojas e as comidas japonesas dentro da grande São Paulo. O que eu fiz foi estragar esse dia, fiz um pedido egoísta e agora não sei o que ele vai fazer. Sinceramente, não quero que faça nada, absolutamente nada, só quero que ele me responda: “Ei, está tudo bem? ”. Eu mentiria e responderia que sim, estou bem, só para ver ele feliz, não quero que ele se preocupe comigo. Eu sou um idiota, egocêntrico, mal-educado, egoísta, sem noção, maluco, doente.
Esse monstrinho está crescendo a partir do tempo, essa falta de ar, aperto no peito, náuseas, diarreias, irritabilidade, insônia, preocupação, não sai! Eu quero gritar! Eu quero chorar! Eu quero socar! Eu quero acabar com isso de uma vez POR TODAS! Eu estou utilizando muito o pronome pessoal “EU” e isso me faz utilizar o obliquo “Me” “Mim” “Comigo”, me deixando muito mais irritado, pois estou sendo egoísta, não estou? Estou tomando ênfase em mim, não estou? Estou ignorando o que os outros sentem, não estou? Estou fazendo com que o mundo rode em minha volta, não estou? Estou querendo tudo na hora, não estou? Estou deixando os outros incomodados com a minha presença, não estou? Estou morrendo, eu sei que estou!
Quero acabar, com isso, simplesmente dar um fim em todo esse sofrimento de ansiedade que se passa dentro de mim, não aguento mais ficar de olho para um livro ou somente caminhar. Nem mesmo fazendo as tarefas domesticas ou algum esforço físico está me fazendo me sentir melhor. Não consigo parar de pensar, nunca! Meus pensamentos estão me matando.
Por onde começo? Quando termino? Aonde termino? Por que termino? Quanto que custa? I DON’T KNOW! Esse monstro dentro de mim está crescendo! O pessoal está certo ao me chamarem de doente, anormal, maluco. Não sou normal. Muitas vezes quando me sinto assim, estrago tudo o que toco. Estou usando muito hipérbole, mas não é mentira. Estou morrendo de medo, estou morrendo de ansiedade, estou morrendo de dor. Alguém mate esse monstro, estou implorando. Se precisarem, me elimine junto! Não quero ser egoísta, não quero machucar ninguém que amo, não quero deixar ninguém preocupado, não quero!
Alguém tira esse monstro de mim, o exorcize ou o queimem! Me façam vomitar ele afora, me coloquem ele para fora. Minhas lágrimas estão sendo seguradas por mim, estou segurando monstro, estou deixando ele mais forte.
Por favor! Alguém leia isso, estou pedindo socorro de uma maneira hipócrita pois acho que machuquei um amigo. Agora não sei se ele vai falar comigo, não sei quando ele vai falar comigo. Estraguei isso, deixei a minha pessoa com medo, preocupada, generalizada, estou acabado. Estou acabando com tudo o que toco, com tudo o que sinto, com tudo o que eu falo, com tudo o que escuto, com tudo o que cheiro, com tudo o que vejo. Eu não sei o que eu faço, não quero respostas, não quero ajuda emocional, não quero apoio, não quero ser egoísta, não quero comentar sobre meu sofrimento, não quero me sentir arrependido, não quero. Eu só quero o seu abraço.

Texto desabafado por Arashi , em Sábado, 31 de Dezembro de 2016
ÁUDIO: OUVIR O TEXTO - clique em OUVIR O TEXTO e aguarde um pouco - Pausar - Retomar - Parar
Quanto maior o texto, mais tempo demora a começar a leitura. Por favor aguarde.
  • Você já leu todo o texto? Por favor vote este desabafo, clicando nas estrelas. Arashi agradece.
Atualmente é quase humanamente impossível ler todas as novas confissões que são publicadas diariamente. Se você considera que esta confissão é ilegal, não está de acordo com as regras (*) do Eu Confesso [* regras listadas na página de publicação de confissões] ou ultrapassa todos os limites do razoável, por favor relate, utilizando o link REPORTAR ABUSO. Obrigado pela sua colaboração.
[ Tags ] leia mais sobre: ansiedade     Depressão     loucura     doença     tristeza    

Comentários ao Desabafo de Arashi

Por favor seja construtivo nos seus comentários.

0
0
0
0