No Eu Confesso você desabafa em TOTAL ANONIMATO O que espera? Desabafe! Clique no botão à direita.

(A lista não inclui usuários em conversa privada) , são alguns usuários que estão no Bate-papo / CHAT. O que você está à espera? Junte-se a eles e divirta-se um pouco!! (att: para maiores de 18 anos apenas)

Sou uma menina que se apaixonou pela professora Feminino

Confissão ID: 101907 - Por favor LEIA PRIMEIRO o texto antes de votar. Obrigado.

Partilhar: Facebook Twitter Linkedin

Eu confesso que Tudo começou quando a dona do curso que eu fazia chegou à sala e falou: Essa é a Fulana a nova professora de vocês.
De inicio só achei ela bonita e atraente, mas nunca pensei que fosse me apaixonar por ela.
Ela era (é) linda, jovem, tinha 24 anos, sorriso lindo, pele morena, simplesmente linda não tem como falar mais de uma menina tão perfeita como ela.
Ela era o tipo de professora que ficava na dela e quando tinha o intervalo ela só mexia no celular dela, não curtia muito falar não, mega meiga enfim.
Com o decorrer do tempo comecei a pensar nela de uma forma diferente, de interesse, mas eu tinha a ciência que jamais teria chance com ela.
Mas quando eu chegava perto dela eu ficava tão nervosa que acabava a tratando-o mau.
Eu não sei explicar, quando eu gosto de uma pessoa eu tenho meio que esta reação de me afastar quando na verdade eu quero é estar perto. (sou estranha).
Enfim eu fui tendo aula com ela e passei a não faltar mais nenhum dia no curso, e me fazia bem vê-la.
Eu acho que ela percebeu meus olhares diferentes para ela (só acho neh?!.)
Aí fui tendo aula com ela e tentando me aproximar, mas eu sabia que jamais teria chance com ela, devido ela ser heterossexual, e também por ser minha professora.
O curso durava sete horas e devido isto sempre tínhamos intervalo,e nesse intervalo todo mundo saiam da sala para lanchar,e eu sempre fazia isto,só que quando eu conheci esta minha linda professora parei de sair para lanchar e passei a ficar dentro da sala só para ficar perto dela,conversar,enfim,conhece -La
Aí conversa vai e vem e eu perguntei se ela tinha facebook ela respondeu que sim e dias depois eu adicionei – a.
Ela me aceitou no facebook e puxou assunto comigo.
Conversamos sobre o curso, e mais nada.
Então eu sempre puxava assunto com ela, bobeirinhas mesmo, eu acho que ela achava que eu era uma aluna puxa – saca só que não era isso, e sim porque gostava dela.
No inicio ela não curtia muito falar comigo, enquanto isso lá no curso eu amava trocar olhares com ela, e parecia que estava sendo mutuo, mas eu acredito que era coisa da minha cabeça, porque quando a gente ta apaixonado digo por mim, enxergamos coisas do alem.
Comecei a investigar a vida dela através do face,pra vê se ela tinha namorado,ou gostava de alguém e daí eu percebi que ela era solteira.
Conversando com ela descobri que ela já tinha tido um relacionamento de oito anos no qual o cara que ela se relacionou não valorizava o amor que ela sentia por ele.
Ela contou essa historia dela, porque o pessoal lá da sala começou a falarem sobre relacionamentos e para não ficar fora do assunto ela nos contou a historia dela.
E ela falou também que devido isso que aconteceu na vida dela ela tinha se tornado uma pessoa seca, que agora não era qualquer pessoa que conseguiria se aproximar dela tão facilmente. (puts! cortou qualquer esperança minha neh?!)
Enfim, por motivos pessoais tive que me ausentar do curso,e perdi todo o contato que eu tinha com o pessoal do curso inclusive com essa professora.
Mas até então tinha sido melhor para mim, porque é muito ruim desejar algo que você nunca poderá ter, e também era um sentimento tão covarde que eu jamais teria coragem de contar o que eu estava sentido para ela, acho que eu não sobreviveria ao toco haha
Enfim o tempo passou e depois de muitos meses entro no face novamente e quando entro no perfil dela,imagina quem eu vejo em um relacionamento serio? Isso mesmo, essa minha professora.
Naquele momento meu coração partiu, foi uma tristeza que nem pude dividir com ninguém porque sabe como é né?!
Foi então que prometi a mim mesma que nunca mais “puxaria” assunto com ela pelo facebook de novo, porque não queria ficar “bancando” a idiota, pois apesar de que ela estava namorando NE?!
Um dia por curiosidade entrei no facebook dela e descobrir que ela tava solteira de novo, nossa! fique mega feliz.
Mas mesmo assim, não puxei assunto com ela não.
De volta ao curso, entro na sala e nem sinal dela, quando acaba a aula imagina quem eu encontro mais linda do que nunca sentadinha mexendo no celular? Sim! Ela mesma, mais linda do que nunca.
Aí a cumprimentei e ela falou que estava com saudade de mim e tal, enfim,ficamos conversando.
Quando eu voltei para o curso voltei a puxar assunto com ela pelo facebook, e ela começou a se aproximava mais de mim.
Diferente do ano passado esse ano ela já se mostrava mais interessada em falar comigo, já me olhava diferente, e uma vez eu estava distraída na sala de aula aí ela passou piscou para mim e mandou um beijo,tipo me cumprimentando,para ela talvez foi insignificante,mas eu não parava de pensar naquela cena.
Enfim tentava me aproximar dela queria falar que esta super afim dela desde ano passado, mas não tinha coragem para tal.
Aí um dia ela passou e ficou olhando para sala no qual eu estava, porque nesse ano ela já não era a minha professora, e tipo dava para perceber que ela tava a sei lá velho, só sei que ela tava olhando muito para a sala que eu estava (a porta da sala tem uma parte que é bem transparente)
Um dia ela chegou na sala porque tinha que conversar um negocio com a minha outra professora,e como essa minha professora tava dando aula mandou ela esperar lá na sala mesmo.
Então ela sentou em uma carteira que estava perto da minha e sem disfarçar eu fiquei olhando para ela, é lógico que ela percebeu só que ela olhou para o lado para ver se eu realmente estava olhando para ela, e deu de cara comigo “secando” ela, pela reação dela parecia que ela tinha gostado, mas não quis demonstrar.
E no decorrer da aula percebi que ela ficou me olhando também.
Quando acabou a aula da minha outra professora, antes de sair passei a mão na cintura dela e perguntei: E aí como se ta? Então ela respondeu: “to bem e você?” eu meio que por impulso respondi: “Melhor agora por te ver” aí parece que ela ouviu só que queria ter certeza se era isso mesmo que ela tinha escutado e falou: O que você disse? Então quando eu fui respondê-la de novo uma colega minha me interrompeu para me perguntar como ficaria o negocio do nosso trabalho e acabou com todo clima NE? Fui atende-la dei tchau para minha professora e ela ficou me olhando e eu fui.
Fui percebendo que eu já estava “mexendo” com ela de algum modo.
Ela também já começou a me olhar diferente. Um dia precisei falar com ela, pois precisava que ela me desse uma chance lá de um trabalho que eu tinha deixado de fazer e que era matéria dela e só ela poderia me ajudar.
Cheguei nela e falei: Preciso falar com você
Então ela falou: O que você quer de mim?(sentiu a pergunta NE? Kkkk)
Aí eu respondi: Preciso de você pra tanta coisa
Aí ela riu e eu falei que era o negocio do trabalho, ela meio que se decepcionou porque eu acho que ela achou que era outra coisa
Aí ela falou: é só isso que você queria me falar mesmo?Tem certeza?
Hum,bom sinal,kkk aí eu falei que sim e olhei para ela e fui –me.
Daí comecei a conversar mais com ela no face,perguntei se ela tava namorando,e ela disse que não,daí eu falei que apostava que era ela que estava escolhendo e tal,e ela falou que não estava escolhendo não,e eu falei que tava sim porque ela era linda.
Daí ela colocou risos pelo face,e foi aí que começou nossa historia.
Por certos motivos eu precisei comparece no curso apesar de já te terminado,questões de documentos,aí ela tava lá como sempre mexendo no celular,sentada perto da recepção do curso.

Aí eu cheguei até ela e falei: Oi professora como se ta?
Só que nesse período eu fiz questão de olha para a boca dela (tipo como quem diz to afim de você)
Aí para minha surpresa ela fez igual a mim e respondeu olhando para minha boca: To muito bem e você?”
Nesse momento fique meio que lesada, assustada, feliz, por ela ter olhado para minha boca e com olhar de desejo.
Aí disfarçadamente olhei para boca dela de novo e falei: “to bem” e sentei-me do lado dela e falei: “Pô professora tu não larga esse celular mesmo em!
Aí ela riu e ficou conversando comigo e assunto vai e vem até que eu peguei meu celular e falei:
“faz uma selfie comigo para eu postar no face,pode ser?!”
Aí ela respondeu: “Há não curto muito tirar foto não”
Aí eu falei: “há tira só uma foto comigo, para eu guarda de recordações, por favor...”
Aí ela olhou para os meus olhos e falou: tá bom, mas não posta no face ta?
Aí eu falei: ta.
Aí na hora que fui tirar foto com ela a abracei pela cintura e coloquei nossos rostos grudados e fiz a selfie naquele momento senti que “rolou” um clima entre a gente.
a foto ficou perfeita (amo essa foto)
Como eu percebi que estava rolando um clima entre a gente (tipo esse negocio de olhares e papinhos no facebook já tinha um ano, estava na hora de eu arriscar)
Aí eu olhei para ela e falei: Preciso falar um negocio com você
Aí ela respondeu: pode falar tô aqui
Aí eu falei: Não, é meio pessoal, há deixa NE nada demais não
Aí ela falou: ué! Fala! Agora fiquei curiosa, pessoal?
Me conta,fala.....

Nossa! Ela ficou tão curiosa para saber o que eu queria falar para ela, que parecia que ela já sabia o que eu queria dizer, e queria ouvir, sei lá, ela ficou muito curiosa.
Aí eu falei: É meio pessoal, não dá para falar aqui perto da recepção
Aí ela falou: Ai meu deus, e coisa grave?
Aí eu falei: Não, e só pessoal, e não posso te falar aqui,há deixa pra lá não é nada demais não,to indo,fui,tchauzão.
Aí ela falou: Tchau nada, tu não vai me deixar curiosa não. Se não é nada demais porque você não me fala?
Aí eu fiquei olhando para ela e falei: NE nada não.
Aí ela falou se não é nada porque você não me fala?
Aí eu falei: Pra que tu que saber?
Aí ela riu e falou: “Fala...
Aí eu falei: “Posso até te falar, mas não aqui na recepção, ta?
Aí ela falou: Então vamos lá pra minha sala, não chegou ninguém ainda, então tu me fala.
Aí eu falei: ta, mas vou demorar um pouquinho.
Aí ela falou: Hi você esta me deixando curiosa demais, vamos para sala logo então, antes que cheguem os alunos, e você vá embora sem me dizer.
Nos acabamos rindo nesse momento.
Chegando à sala sentei na carteira que estava próximo a mesa dela e sem enrolação e com uma coragem que jamais imaginei ter, falei:
“Te acho linda desde o ano passado,você meche comigo, e com toda a estrutura do meu coração,existe algo em mim que me faz pensar em você,querer você e até mesmo.....(dei uma pausa neste momento com os olhos lacrimejados) é até mesmo desejar você.
“Eu sei que talvez você tenha namorado, e também sei que jamais terei chance com você, só que eu precisava te falar isto, existe algo em mim que me faz pensar em você Pronto falei.”
Quando acabei de falar,ela ficou quieta me olhando,parecia já saber porem ficou assustada, e ao mesmo tempo com a expressão de ter gostado do que ouviu, mas não falou nada, absolutamente nada.
Como ela ficou sem falar nada então eu falei: “Ta vendo?! Era por isso que eu não estava querendo falar, porque agora to me sentindo uma idiota, não vou conseguir mais olhar para você, e você vai super tranqüila e feliz para casa e eu irei me sentindo uma idiota.”

E ela continuou sem falar nada, eu nem sei como descrever a expressão facial que ela teve naquele momento, foi indescritível.
Como ela não falou nada eu falei: bom, To indo, desculpas e tchau.
E ela só me respondeu friamente como se eu não tivesse falado nada importante: “ tchau”
Peguei o ônibus naquele momento e fui triste para a casa, super triste me sentindo uma babaca, peguei meu celular e fui escutando uma musica bem melancólica e nem conseguia pensar em mais nada, só nela, e no “toco” que tinha levado.

Quando cheguei em casa não tinha cabeça para nada,quando foi sete e dezessete da noite o telefone toca aí eu falo: “Alô,
Aí a pessoa respondeu : “Alo Taty,tudo bem?
Aí eu respondi: “Tudo,mas quem ta falando?”
Aí a pessoa respondeu: “Não ta reconhecendo a minha voz?”
Nesse momento a minha ficha “caiu” e percebi que a voz era da minha professora que eu tava afim,mas pensei: “Não pode ser ela,porque ela não tem meu numero,não, será?”
Aí a pessoa falou: “alô ta me ouvindo?”
Aí eu respondi: To sim, mas quem é? Não faço idéia
Aí a pessoa falou: “tem certeza que não sabe quem é? Tenta adivinhar? não reconhece a minha voz?
Aí eu respondi: Não, não sei, ta parecendo com a voz de uma professora minha, mas eu acho que não..,,aí a pessoa me interrompeu e disse:
Sim, Taty sou eu, a fulana a sua professora, tudo bem?
Maluco! Meu coração acelerou e eu disse: “Fulana? não acredito, mas como? como assim? como você conseguiu meu numero?
.............

Continuo a minha historia amanhã prometo. e que e muito grande e eu to contando toda a historia para quando pedir conselhos a vcs,vcs entendrem bem o porque,até amanhã bjss

Texto desabafado por Taty , em Quarta, 19 de Novembro de 2014
ÁUDIO: OUVIR O TEXTO - clique em OUVIR O TEXTO e aguarde um pouco - Pausar - Retomar - Parar
Quanto maior o texto, mais tempo demora a começar a leitura. Por favor aguarde.
  • Você já leu todo o texto? Por favor vote este desabafo, clicando nas estrelas. Taty agradece.
Atualmente é quase humanamente impossível ler todas as novas confissões que são publicadas diariamente. Se você considera que esta confissão é ilegal, não está de acordo com as regras (*) do Eu Confesso [* regras listadas na página de publicação de confissões] ou ultrapassa todos os limites do razoável, por favor relate, utilizando o link REPORTAR ABUSO. Obrigado pela sua colaboração.
[ Tags ] leia mais sobre: lesbica     apaixonada     Professora     amor     Confuso    

Comentários ao Desabafo de Taty

Por favor seja construtivo nos seus comentários.

0
0
0
0